Governo Richa despenca 21% em três meses, diz Paraná Pesquisas

Blog do Esmael

Sondagem da Paraná Pesquisas, de Murilo Hidalgo, especial para o Blog do Esmael, revela que a avaliação positiva do governo Richa despencou 21% em três meses; aprovação tucano é acompanhada, ladeira abaixo, pelo prefeito de Curitiba Gustavo Fruet; governador sofre com crise financeira e de gestão; pedetista não consegue resolver problemas no transporte público, que recentemente promoveu greve.

Sondagem da Paraná Pesquisas, de Murilo Hidalgo, especial para o Blog do Esmael, revela que a avaliação positiva do governo Richa despencou 21% em três meses; aprovação tucano é acompanhada, ladeira abaixo, pelo prefeito de Curitiba Gustavo Fruet; governador sofre com crise financeira e de gestão; pedetista não consegue resolver problemas no transporte público, que recentemente promoveu greve.

A crise financeira e de gestão do governo Beto Richa (PSDB) parece estar influenciando o humor dos paranaenses. Segundo levantamento da Paraná Pesquisa, especial para o Blog do Esmael, neste mês de março, 50% dos curitibanos aprovam a administração do tucano ante 46 que desaprovam. Em dezembro de 2013, portanto, há três meses 71% aprovavam e 25% o desaprovavam.

A queda Richa é semelhante a do prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT), que também tem a administração rejeitada por 47% dos curitibanos e 49% aprovam. Na capital, tucano e pedetistas estão empatados na avaliação da população (clique aqui).

A perda de 21% na aprovação de Richa pode ter relação com a onda de péssimas notícias na gestão. Policiais militares foram flagrados empurrando viaturas sem combustível, cães que prestam serviço à PM passaram fome, professores convocaram greve, falta merenda e salas de aula são fechadas nas escolas, o leite não chegou às crianças e o governo deu calote de mais de R$ 2 bilhões em fornecedores.

Fruet caiu 17% na aprovação em menos de um ano, segundo a Paraná Pesquisas. O prefeito curitibano sofre desgastes por conta de recente greve no transporte coletivo e do suspense acerca de novo reajuste no preço da tarifa. Professores e a guarda municipal se preparam para cruzar os braços.

A Paraná Pesquisa ouviu 841 curitibanos maiores de 16 anos entre os dias 6 e 9 de março de 2014. A margem de erro estimada é de 3,5% e o grau de confiança é de 95%.

Anúncios
Esse post foi publicado em Política. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s