Copiloto de voo desaparecido levou mulheres à cabine, diz australiana

Estadão

KUALA LAMPUR – A Malaysia Airlines informou nesta terça-feira, 11, que está investigando uma denúncia feita por um canal de TV da Austrália de que o copiloto do voo MH370 tinha convidado duas mulheres para conhecer o cockpit de um avião da companhia que ele pilotava dois anos atrás.

Ao programa "A Current Affair", australiana Jonti Roos mostrou fotos dela e de uma amiga aparentemente mexendo nos controles da aeronave. Segundo ela, o voo ocorreu em 2011, entre, Phuket, na Tailândia e Kuala Lampur, na Malásia, num voo de uma hora de duração.

Segundo ela, o procedimento não parecia incomum para a tripulação e as duas ficaram na cabine durante a maior parte da viagem.

"Eles conversaram com a gente o tempo todo e até fumavam na cabine", disse a australiana. / AP

97706.JPG
Um parente de um dos passageiros a bordo do voo MH370 da Malaysia Airlines chora enquanto fala no telefone no Aeroporto Internacional de Pequim KIM KYUNG-HOON

Anúncios

Sobre Rodini Netto

Jornalista de profissão, editor dos Blogs Meandros da Política (Brasil), Versão Brasileira (Europa). Diretor do Jornal Diário de Piraquara Consultor de Comunicação Digital
Esse post foi publicado em Política. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s