Câmara se rebela e aprova investigação contra a Petrobras

247, com Agência Brasil

Líder do PMDB, Eduardo Cunha comanda rompimento com governo em matéria crucial; deputados aprovam, por 267 votos a favor, 28 contrários e 15 abstenções, requerimento para investigação sobre a Petrobras; bancadas do PT, PP, Pros, PC do B, PDT e PRB se retiraram; aprovação de requerimento é resposta à articulação da presidente Dilma Rousseff e do vice Michel Temer; ela se recusa a ceder ao que chamou de “chantagem” pelo sexto ministério, enquanto Temer garantiu que partido estava controlado; bandeira branca hasteada pelo PT foi perfurada de balas pelo PMDB de Cunha.

Líder do PMDB, Eduardo Cunha comanda rompimento com governo em matéria crucial; deputados aprovam, por 267 votos a favor, 28 contrários e 15 abstenções, requerimento para investigação sobre a Petrobras; bancadas do PT, PP, Pros, PC do B, PDT e PRB se retiraram; aprovação de requerimento é resposta à articulação da presidente Dilma Rousseff e do vice Michel Temer; ela se recusa a ceder ao que chamou de “chantagem” pelo sexto ministério, enquanto Temer garantiu que partido estava controlado; bandeira branca hasteada pelo PT foi perfurada de balas pelo PMDB de Cunha.

Mesmo com todas as tentativas do governo de barrar a criação de uma comissão externa para investigar denúncias de pagamento de propina a funcionários da Petrobras, a Câmara dos Deputados aprovou hoje (11) a proposta em votação simbólica. O requerimento foi aprovado com apoio da bancada do PMDB, partido da base aliada ao governo.

O governo ainda tentou barrar a iniciativa da oposição por meio de um requerimento pela retirada da proposta, mas o plenário rejeitou o pedido. Por 267 votos a favor, 28 contrários e 15 abstenções, os parlamentares mantiveram em pauta a proposta da oposição.

Para tentar dificultar o alcance do quórum, entraram em obstrução as bancadas do PT, do bloco PP/Pros, do PCdoB, do PDT e do PRB. O PSD liberou sua bancada.

Com a criação da comissão, deputados deverão viajar à Holanda para acompanhar a investigação de denúncias relacionadas a irregularidades na Petrobras.

Anúncios

Sobre Rodini Netto

Jornalista de profissão, editor dos Blogs Meandros da Política (Brasil), Versão Brasileira (Europa). Diretor do Jornal Diário de Piraquara Consultor de Comunicação Digital
Esse post foi publicado em Política. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s