Câmara se rebela e aprova investigação contra a Petrobras

247, com Agência Brasil

Líder do PMDB, Eduardo Cunha comanda rompimento com governo em matéria crucial; deputados aprovam, por 267 votos a favor, 28 contrários e 15 abstenções, requerimento para investigação sobre a Petrobras; bancadas do PT, PP, Pros, PC do B, PDT e PRB se retiraram; aprovação de requerimento é resposta à articulação da presidente Dilma Rousseff e do vice Michel Temer; ela se recusa a ceder ao que chamou de “chantagem” pelo sexto ministério, enquanto Temer garantiu que partido estava controlado; bandeira branca hasteada pelo PT foi perfurada de balas pelo PMDB de Cunha.

Líder do PMDB, Eduardo Cunha comanda rompimento com governo em matéria crucial; deputados aprovam, por 267 votos a favor, 28 contrários e 15 abstenções, requerimento para investigação sobre a Petrobras; bancadas do PT, PP, Pros, PC do B, PDT e PRB se retiraram; aprovação de requerimento é resposta à articulação da presidente Dilma Rousseff e do vice Michel Temer; ela se recusa a ceder ao que chamou de “chantagem” pelo sexto ministério, enquanto Temer garantiu que partido estava controlado; bandeira branca hasteada pelo PT foi perfurada de balas pelo PMDB de Cunha.

Mesmo com todas as tentativas do governo de barrar a criação de uma comissão externa para investigar denúncias de pagamento de propina a funcionários da Petrobras, a Câmara dos Deputados aprovou hoje (11) a proposta em votação simbólica. O requerimento foi aprovado com apoio da bancada do PMDB, partido da base aliada ao governo.

O governo ainda tentou barrar a iniciativa da oposição por meio de um requerimento pela retirada da proposta, mas o plenário rejeitou o pedido. Por 267 votos a favor, 28 contrários e 15 abstenções, os parlamentares mantiveram em pauta a proposta da oposição.

Para tentar dificultar o alcance do quórum, entraram em obstrução as bancadas do PT, do bloco PP/Pros, do PCdoB, do PDT e do PRB. O PSD liberou sua bancada.

Com a criação da comissão, deputados deverão viajar à Holanda para acompanhar a investigação de denúncias relacionadas a irregularidades na Petrobras.

Anúncios

Sobre Rodini Netto

- Jornalista brasileiro (DRT-Pr 7.294) e Consultor em Comunicação Política. - Editor do Blog Moeda Livre Economia Digital - Fundador e Editor do Jornal Diário de Piraquara (2008). - Editor do Blog Meandros da Política (2008-2016).
Esse post foi publicado em Política. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s