Usuários de ônibus da RIT têm prejuízo de R$ 10,9 milhões por mês, diz Tribunal de Contas

Da Banda B

Os usuários do transporte coletivo de Curitiba e região metropolitana arcam com um prejuízo mensal de R$ 10,9 milhões, provocado pela atual tarifa, segundo cálculo do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) divulgado nesta sexta-feira (7). Os números levam em consideração os itens incorporados ao cálculo da passagem e que não deveriam integrar a planilha. Relatório de Auditoria elaborado por equipe técnica do órgão de controle defende que a tarifa técnica, que serve de base para a remuneração das empresas, deveria ser R$ 0,43 mais barata. O TCE chegou a determinar essa redução, mas a decisão foi suspensa por uma liminar do Tribunal de Justiça.

transporte-070314-bandab

Foto: SMCS

O tribunal disse ainda não se manifestará sobre o pedido da Prefeitura de Curitiba para que o governo do Estado licite as linhas metropolitanas dos 13 municípios que hoje compõem a Rede Integrada de Transportes (RIT). De acordo com o presidente da Urbs, Roberto Gregório, a licitação tem potencial de reduzir a tarifa técnica metropolitana já que irá estabelecer regras de remuneração das empresas, que hoje operam precariamente, apenas com concessões. “Acerca de previsões que vem sendo feitas sobre o novo valor da tarifa técnica do transporte coletivo enquanto ela não for oficializada. Até as 16 horas desta sexta-feira , o órgão não havia recebido qualquer correspondência da Prefeitura ou da Urbs relativa à licitação do Lote 4 do Sistema Integrado de Transporte Metropolitano – que atende os municípios do entorno da capital”, afirma nota enviada à imprensa.

Prerrogativa

Por meio da Procuradoria Geral do Estado, o TCE está tomando providências jurídicas visando recorrer da decisão monocrática temporária do desembargador Marques Cury, do Tribunal de Justiça, que cassou a liminar que determinou a redução na tarifa técnica quando do reajuste. O órgão continua defendendo seu poder acautelatório de dano ao erário público. Esta prerrogativa consta da Constituição Federal, que estabelece o controle dos recursos públicos de forma concomitante e posterior.

O TCE continua defendendo a decisão liminar, emitida pelo relator, conselheiro Nestor Baptista, referendada pelo Pleno, que determina à Prefeitura de Curitiba e à Urbs a redução no valor de R$ 0,43 na tarifa técnica. A mesma decisão determina a não inclusão de nenhum novo item na composição da planilha de reajuste a ser aplicada. E ainda: a retirada da taxa de gerenciamento no valor de 4%, que é cobrada pela empresa municipal, do custo dos hibribus e da taxa de risco, bem como dos impostos exclusivos (Imposto de Renda sobre Pessoa Jurídica e Contribuição sobre o Lucro Líquido).

Combustível

Em sua decisão, o relator, que acolhe os apontamentos do Relatório de Auditoria, defende mudança do parâmetro de compra de combustível, que passaria a ser fixado pelo preço mínimo da Agência Nacional do Petróleo e não mais pelo atual preço médio. Também propõe a retirada total dos custos com depreciação e remuneração de investimentos em edificações apresentados pelas empresas concessionárias.

Quanto ao diesel, preconiza a redução percentual do consumo pela readequação para cada um dos lotes licitados. Isso seria feito de acordo com os percentuais reais apresentados por empresa e não pelo parâmetro superior ao praticado pelo edital de licitação.

Anúncios

Sobre Rodini Netto

Jornalista de profissão, editor dos Blogs Meandros da Política (Brasil), Versão Brasileira (Europa). Diretor do Jornal Diário de Piraquara Consultor de Comunicação Digital
Esse post foi publicado em Política. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s