Requião presidente… leia, veja o vídeo e entenda!

Requião apresenta seis propostas para a economia do Brasil

Roberto-Requião-Lia-de-Paula-Agência-Senado

O senador Roberto Requião (PMDB/PR) usou a tribuna do Senado nesta quinta-feira (27) para falar sobre as eleições deste ano e as propostas para a economia. Para ele, “não é possível validar as eleições, do vereador ao presidente da República, como autenticamente representativas, isentas de vícios”, disse referindo-se ao financiamento privado das campanhas, a partidarização da mídia empresarial e a atuação de tribunais eleitorais, cujas decisões nem sempre são imparciais e justas.
Requião questionou o que distingue as candidaturas até agora postas. “Governo e Oposição estão distantes de oferecer ao brasileiro um projeto de Nação. O que se discute, então, hoje no Brasil? E quais serão os temas das eleições?”, perguntou. “Apenas os medíocres, os fronteiriços, a esquerda que se deixou sequestrar pelo neoliberalismo, os arrependidos ou apostatas dos sonhos revolucionários podem se conformar e enquadrar-se à tal unanimidade”, dizendo que até mesmo no plenário do Senado fica confuso separar situação e oposição.
“Existe outro caminho”, garantiu. “É por isso que, mais uma vez, vou esmurrar a faca e apresentar-me à convenção nacional do partido como candidato do PMDB à Presidência da República. Mas isso é assunto para depois. O que me ocupa agora é debater um programa para o desenvolvimento brasileiro. Quero mostrar com que roupa, documentos e argumentos irei à campanha eleitoral”.
O senador disse que quer debater idéias, caminhos, definir objetivos estratégicos, formular as táticas e construir os meios para alcançá-los. “Afinal, a campanha eleitoral não pode ser transformada em simples mecanismo de chancela ao domínio das classes que amarram o país no pelourinho do atraso, da desigualdade, da concentração de riquezas e de rendas, da submissão ao sagaz Brichote, como Gregório de Matos lamentava a nossa dependência, já no distante século 17”.
Segundo Requião, sem que se faça uma Revolução no Brasil, nada vai mudar. “Como parte desse processo de transformações, é preciso que se dê início à implantação de uma política macroeconômica alternativa ao neoliberalismo, articulada com medidas sociais que levem à redução dessa realidade de violência, crueldade, opressão e insensibilidade”.
Propostas – Em seu discurso, o senador apresentou seis propostas para o desenvolvimento do Brasil. Confira:
1 – Planejamento público centralizado, impositivo para o setor público e indicativo para o setor privado.
2 – Criação de um sistema bancário público como instrumento de execução do planejamento impositivo e indicativo.
3 – Criação de um sistema de empresas públicas estratégicas, com capacidade de execução do planejamento básico e capacidade de incitar e puxar as empresas privadas.
4 – Política fiscal/monetária anticíclica, pela qual a dívida pública seja efetivamente um dispositivo do desenvolvimento.
5 – Atuação no câmbio, para assegurar uma taxa ligeiramente favorável às exportações, como na China.
6 – A articulação desses cinco itens com metas de aumento da renda per capita, redução da desigualdade, mediante políticas sociais específicas, e o estabelecimento de imposto de renda realmente progressivo, a partir de uma renda mensal de R$ 10 mil.

Leia e assista o pronunciamento na íntegra:
Discurso

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=cTxsAPEt4m8

Anúncios

Sobre Rodini Netto

Jornalista de profissão, editor dos Blogs Meandros da Política (Brasil), Versão Brasileira (Europa). Diretor do Jornal Diário de Piraquara Consultor de Comunicação Digital
Esse post foi publicado em Política. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s