Nota de esclarecimento da Prefeitura de Piraquara

notadesclarecimentoNota de Esclarecimento

A Prefeitura de Piraquara vem por meio desta, esclarecer as supostas insinuações e inverdades que estão sendo veiculados na imprensa, blogs de cunho político, e divulgadas no município, referente ao projeto de lei que fixa os subsídios do Prefeito, Vice Prefeito, do Procurador Geral do Município e dos Secretários Municipais para o período 2013 a 2016.

Primeiramente é preciso deixar claro que o projeto é de iniciativa do Legislativo Municipal, e não do Poder Executivo, como vem sendo divulgado de forma equivocada pelo Vereador Gilmar Luis Cordeiro. Lembrando que a Constituição Federal estabelece em seu art. 29, inciso V, que os subsídios do Prefeito, do Vice-Prefeito e dos Secretários Municipais devem ser fixados por meio de lei de INICIATIVA da Câmara Municipal.

Vale lembrar que a lei que fixou os atuais subsídios do Prefeito e dos Secretários de Piraquara é de setembro de 2008, correspondente ao período de 2009 a 2012. De acordo com o Tribunal de Contas, por haver um prazo de vigência, uma nova lei de responsabilidade do legislativo deveria ter sido apresentada para a fixação dos subsídios do atual mandato, porém a mesma não foi realizada pela última legislatura, e nem colocada em discussão no início de 2013, por omissão da Câmara Municipal, na época presidida pelo Vereador Gilmar Luis Cordeiro.

O que ocorreu neste momento foi à apresentação da lei para fixação dos subsídios, como recomenda o Tribunal de Contas, com a reposição salarial prevista na lei municipal 974 de 04 de setembro de 2008, e com um índice ABAIXO do concedido ao funcionalismo municipal neste mesmo período, respeitando o limite da correção inflacionária. Lembrando que entre os anos de 2009 e 2014 o servidor público municipal teve uma reposição de 42%, e o projeto atual prevê 26.62% para os Secretários.

Se tratando de valorização dos servidores, vale ressaltar que a atual administração concedeu em seu primeiro ano de gestão o reajuste de 7.97 % ao funcionalismo municipal, e ainda implantou o Vale Alimentação no valor de R$ 200,00, que até então não existia. È importante destacar ainda que o atual projeto não prevê a reposição dos subsídios do Prefeito e do Vice, que continuam congelados desde janeiro de 2009, e que a remuneração proposta no momento é uma das menores pagas a Secretários Municipais da Região Metropolitana de Curitiba.

Secretaria Municipal de Comunicação de Piraquara

Anúncios

Sobre Rodini Netto

Jornalista de profissão, editor dos Blogs Meandros da Política (Brasil), Versão Brasileira (Europa). Diretor do Jornal Diário de Piraquara Consultor de Comunicação Digital
Esse post foi publicado em Piraquara, Política. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s