¿Por qué no te callas? – Jean Wyllys, o “general fundamentalista” GLBTS

O “General Fundamentalista” GLBTS

Rodini Netto (*)

O ex-bbb e deputado federal pelo Psol, Jean Wyllys, eleito com 13 mil votos no Rio de Janeiro, é daquelas “figuras carimbadas” que procura, sempre, uma forma de estar na mídia “custe o que custar”.

Acostumado a responsabilizar os “fundamentalistas evangélicos” por toda a violência homofóbica, gosta de mostrar-se como no picadeiro de um circo, comandando um exército de brancaleone.

Recentemente, “pagou com a língua”.

A morte de um rapaz em São Paulo, prontamente atribuída por sua “excelência” como de responsabilidade dos evangélicos (a quem acusou publicamente), foi, na verdade, um suicídio. Não vamos entrar aqui no mérito da questão do suicídio, porque nos solidarizamos com a família que perdeu seu ente querido. A questão aqui é a irresponsabilidade com que sua “excrescência” (ops, “excelência”), gosta de transformar tudo num “circo”, para que os holofotes venham sobre si (deve pensar ainda estar naquele reality), “atiçando” a “milícia LGBTS” contra os evangélicos, quase que mês a mês, como um “general fundamentalista”. Basta existir algum caso de violência contra homossexuais e pronto: a culpa é dos evangélicos. Nem viu direito o que aconteceu, mas a culpa é dos evangélicos.

O deputado Jean Wyllys mostra, na verdade, quem são os verdadeiros fundamentalistas. O termo homofobia é, na verdade, atribuído a quem tem ódio e vontade de matar homossexuais (esta é a base original da palavra e conceito de homofobia, criada na década de 1970). Mas os movimentos LGBTS, em conluio com partidos comunistas e socialistas como PCdoB, PT, e os extremistas PSol, PSTU, entre outros, vem tentando, a todo custo, demonstrar que qualquer contrariedade relacionada a quem é homossexual, seja considerada crime de homofobia.  E essa luta desenfreada, mostra quem é verdadeiramente fundamentalista.

 Não gostar de comportamento homossexual, não querer ver homem beijando homem, ou mulher beijando mulher, não pode mais ser um direito nosso, um direito de foro íntimo e, se o expressarmos, mesmo que com um “torcer a boca”, vão querer nos acusar de “homofobia”.  Mas, sua “excelência” pode falar o que bem entender a respeito dos evangélicos, criticando-os abertamente, culpando-os de “crimes de homofobia” quando pessoas, criminosos (os que verdadeiramente executaram os crimes), sequer são citados por ele. Mas sua “excelência” não pode ter estas mentiras levadas em conta como crime cometido, porque esconde-se atrás da imunidade parlamentar do cidadão (não comum), garantida por seus 13 mil votos.

Um mínimo de respeito com os milhões de evangélicos existentes no país, é o que se espera de alguém que esteja no parlamento.  Mas “sua excelência” não o tem… por isso, deveria calar-se… porque atribui culpa real a quem não a tem… devia criticar os verdadeiros agressores de quem ele defende, e não ficar ventilando suposições contra quem não os odeia… deveria desferir suas “unhas de gata” contra os verdadeiros agressores das classes LGBTS… mas, como o que lhe garante a mídia é o ataque frontal contra evangélicos, é mais fácil usar da mídia que se lhe é disponível para criticar os milhões de evangélicos existentes no Brasil… coloca todos no mesmo “balaio”, “atira” e “manda atirar” em todos que sejam contrários à sua ideologia e modo de vida, querendo impedir a liberdade de expressão, de culto, de opinião que ainda existe neste país que não é (e Deus nos livre de ser), uma Ditadura Homofóbica imposta pelo “general” Willis e seus “guerrilheiros” LGTBS.

(*) Rodini Netto, 42, blogueiro e jornalista de profissão (de onde me vem o sustento), cristão e pastor evangélico (por vocação e voluntário).

Anúncios

Sobre Rodini Netto

Jornalista de profissão, editor dos Blogs Meandros da Política (Brasil), Versão Brasileira (Europa). Diretor do Jornal Diário de Piraquara Consultor de Comunicação Digital
Esse post foi publicado em Coluna do Dia, Política, Rodini Netto e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s