Dilma quer se preparar para campanha com guru da Índia

Ultimo Segundo

Adepta da meditação transcendental, a presidente pediu tempo para receber a guru Rajshree Patel. Na campanha passada, Dilma contou com uma guru pernambucana

Em um ambiente de crescimento econômico incerto, turbulências na relação com o Congresso, traições e rompimentos na base aliada, sem falar na espionagem geral de e-mails e ligações telefônicas, a presidente Dilma Rousseff deverá contar em sua campanha à reeleição com uma arma inusitada: meditação transcendental.

Dilma já avisou aos seus secretários pessoais que quer receber a visita da guru Rajshree Patel em sua próxima visita ao Brasil que deve ocorrer em maio do próximo ano.

Nascida em Uganda, na África, e criada na Índia, Rajshree Patel é uma seguidora do guru Ravi Shankar, um dos mais influentes líderes espirituais indianos, militante respeitado na área de direitos humanos.

O contato com a guru, uma das mais respeitadas em todo mundo, tem sido feito pelo deputado federal João Paulo Lima (PT-PE), também adepto da meditação. “Dilma é adepta da meditação transcendental. Ela fez o curso, aprendeu a técnica e sempre meditava. Não sei se ela está meditando agora”, disse o deputado.

“Para voltar a meditar talvez precise de uma reciclagem. Às vezes, as pessoas esquecem seus mantras e precisam novamente lembrar a técnica”, explicou o deputado que tem intermediado o encontro.

dlqs5uq29jtgpgmr94u71ah6h.jpg Divulgação Adriane Brasileiro

“Mergulho”

Este não será o primeiro contato de Dilma com a meditação transcendental. Em 2009, João Paulo Lima apresentou à Dilma, então ministra da Casa Civil, a guru pernambucana Adriane Brasileiro.

“João Paulo havia me dito que o ex-presidente Lula a queria como candidata a presidente. Eu simplesmente respondi a ele que se ela começasse a meditar, com certeza ela seria a presidente”, enfatizou a guru, em entrevista ao iG .

Na época, Dilma se recuperava do tratamento que fez para um câncer no sistema linfático e se preparava para a corrida presidencial. Por três dias, de acordo com Adriane, Dilma “mergulhou” nos ensinamentos sobre a meditação em aulas que aconteciam na casa em que morava no Lago Sul. “Ela até me apresentou Negão, o cachorro que ganhou do José Dirceu quando ele saiu da casa deixando o governo”, detalhou a guru.

“Eu não a conhecia até então. Ela era ministra da Casa Civil, mas o nome dela já havia começado a circular como a futura candidata à presidência da República. Ela me recebeu de forma muito gentil e, após a primeira aula, ficou muito entusiasmada. A primeira coisa que fez foi ligar para João Paulo e agradecer pela minha indicação”, disse Adriane.

Depois do curso intensivo de meditação, ao custo de R$ 1 mil, Dilma procurou seguir a risca os ensinamentos. “Eu até percebi que em alguns momentos ela usava termos que são bem característicos de quem pratica a meditação. Uma vez, em uma entrevista, eu a vi dizendo que o melhor para o corpo é a atividade física e para a mente, o mergulho. Esse mergulho refere-se à meditação, porque para nós a mente é um oceano”, observou a guru.

Consciente coletivo

Economista por formação, Adriane chegou a dar conselhos à Dilma sobre a condução da política econômica. “Percebi logo que se tratava de uma pessoa muito firme que sabe o que quer e que não tinha tempo a perder. Um dia disse a ela que para fazer mais pela economia do país era necessário elevar a consciência coletiva. Ela riu e concordou comigo”, contou Adriane.

“Não há necessidade de ninguém passar fome, viver na miséria. Quando se eleva o consciente coletivo, se eleva também o merecimento das pessoas. Todos passam também a merecer melhores políticos”, teorizou Adriane que tem em sua carta de cliente muitos políticos e artistas.

Entre os alunos famosos de Adriane estão o próprio deputado João Paulo, o ex-ministro do Desenvolvimento Social e Combate à Fome Patrus Ananias (PT-MG), o senador Humberto Costa (PT-PE); o ministro do Tribunal de Contas da União, José Múcio Monteiro Filho; o prefeito de Jaboatão dos Guararapes Elias Gomes da Silva; os músicos Geraldo Azevedo e Nando Cordel, além da atriz Priscila Camargo.

Anúncios

Sobre Rodini Netto

Jornalista de profissão, editor dos Blogs Meandros da Política (Brasil), Versão Brasileira (Europa). Diretor do Jornal Diário de Piraquara Consultor de Comunicação Digital
Esse post foi publicado em Política. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s