Prefeitura de Curitiba adia licitação de R$ 100 milhões para propaganda

BLOG DO ESMAEL

Devido ao grande número de questionamentos dos participantes no certame, a abertura dos envelopes foi adiada de 26 de novembro para 3 de dezembro; contrato em disputa para cinco anos tem o valor anual de R$ 20 milhões, ou seja, totaliza R$ 100 milhões; enquanto não consegue licitar novas empresas, Fruet fica refém das agências que também atendem Richa -- Master, CCZ e Opusmultimídia;

Devido ao grande número de questionamentos dos participantes no certame, a abertura dos envelopes foi adiada de 26 de novembro para 3 de dezembro; contrato em disputa para cinco anos tem o valor anual de R$ 20 milhões, ou seja, totaliza R$ 100 milhões; enquanto não consegue licitar novas empresas, Fruet fica refém das agências que também atendem Richa — Master, CCZ e Opusmultimídia;

A Comissão Especial de Licitação da prefeitura informou nesta sexta (22) que adiou a abertura dos envelopes com a habilitação jurídica e fiscal das empresas que participam da concorrência pública para a escolha das agências de publicidade que irão prestar serviços ao executivo municipal de Curitiba.

Segundo o colegiado, formado por jornalistas e publicitários, devido ao grande número de questionamentos dos participantes no certamente, a abertura dos envelopes foi adiada de 26 de novembro para 3 de dezembro (clique aqui para ler o comunicado).

O contrato em disputa para cinco anos tem o valor anual de R$ 20 milhões, ou seja, totaliza R$ 100 milhões.

Este blog também havia informado ontem, com exclusividade, que o prefeito Gustavo Fruet (PDT) encaminhou carta prorrogando, mais uma vez, contrato com as três agências de publicidade que atendem o município — Master, CCZ e Opusmultimídia — as mesmas que atendem o governador Beto Richa (PSDB).

A prefeitura da capital teve à disposição R$ 28,5 milhões no orçamento deste ano para gastar com publicidade. Para 2014, segundo o mercado, seria o valor de 2013 mais a correção, algo em torno de R$ 30 milhões. Entretanto, Fruet cortou R$ 10 milhões. Ficaram R$ 20 milhões para a propaganda do ano que vem.

Anúncios

Sobre Rodini Netto

- Jornalista brasileiro (DRT-Pr 7.294) e Consultor em Comunicação Política. - Editor do Blog Moeda Livre Economia Digital - Fundador e Editor do Jornal Diário de Piraquara (2008). - Editor do Blog Meandros da Política (2008-2016).
Esse post foi publicado em Política. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s