Coluna do dia: PMDB sem candidatura própria, de Requião, vai passar a figurante

Charge2011-caes_e_cargos.jpg
Se o PMDB não lançar um candidato ao governo do Paraná no próximo ano, e esse candidato não for o senador Roberto Requião, o partido vai passar de protagonista, que sempre foi na política paranaense, a figurante do "richismo".

Há quem diga que "o PMDB não tem dono e que as eleições de 2014 se resolvem em 2014". Ledo engano. Ao que tudo indica, o PMDB já foi quase totalmente vendido ao "richismo", faltando passar a escritura do número 988 (da Vicente Machado), ao filho de um dos fundadores do partido no Paraná.

A formação de uma "chapão" para as proporcionais, vai resolver o problema imediato e que diz respeito só a a meia dúzia de oportunistas que vão transformar o PMDB do Paraná em um dos "balcões de negócio" mais escrachados do Brasil.

Caso os "donos" do partido (hoje investidos de cargos no legislativo e em secretarias de estado), mantenham a política do "toma lá dá cá" e não permitam a candidatura de Requião (o único nome verdadeiramente capaz de disputar estas eleições), o PMDB do Paraná vai deixar, mesmo, de ser protagonista para ser mero figurante, e dos piores.

Anúncios

Sobre Rodini Netto

Jornalista de profissão, editor dos Blogs Meandros da Política (Brasil), Versão Brasileira (Europa). Diretor do Jornal Diário de Piraquara Consultor de Comunicação Digital
Esse post foi publicado em Política. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s