Por Marina, PEN propõe incorporar Rede

Coluna Esplanada
AF_CARTAO%2BPEN_fernando%2Britter11111.jpg

Diante da situação jurídica cada vez mais difícil para a criação da Rede, o presidente nacional do Partido Ecológico da Nação (PEN), Adilson Barroso, fez ontem à tarde uma proposta para Marina Silva: ela se filia ao PEN, e pede adiamento por três semanas do julgamento do recurso no TSE – tempo suficiente para os cartórios reconhecerem a criação do partido, e então promove-se a fusão das duas legendas.

Ele ainda dá opção de a incorporação se chamar Rede. Seria agora a única manobra jurídica e regimental para ela se candidatar ao Palácio do Planalto aproveitando a militância criada.

Barroso, que revela nunca ter conversado pessoalmente com Marina, ‘nem por telefone’, diz à coluna que torce para a criação da Rede na sessão do TSE de amanhã, mas que tem esperança de que ‘ela vai nos procurar e será a candidata a presidente pelo PEN51′.

Barroso levou seis anos para coletar as assinaturas e fundar o PEN51 – ele faz questão de citar o número, que acha chamativo – e explica que embora disposto a ceder a presidência da legenda para Marina, a fim de tê-la candidato, isso não quer dizer que ela terá o controle do partido.

Anúncios

Sobre Rodini Netto

- Jornalista brasileiro (DRT-Pr 7.294) e Consultor em Comunicação Política. - Editor do Blog Moeda Livre Economia Digital - Fundador e Editor do Jornal Diário de Piraquara (2008). - Editor do Blog Meandros da Política (2008-2016).
Esse post foi publicado em Política. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s