Araucária: A greve continua forte, legítima e legal

Mobilização da sexta-feira será na Câmara de Vereadores. Servidores esperam que parlamentares atuem pela negociação. Às 14 horas tem assembleia geral, no mesmo local

O segundo dia da greve dos professores e servidores municipais de Araucária foi mais forte que o primeiro. A adesão ao movimento é quase total e espontânea.

Clique aqui para conferir as imagens do segundo dia de greve.

Pela manhã os servidores se concentraram em grande número na frente do Paço Municipal, tomando as duas pistas da rua Pedro Druszcz.

As várias manifestações de apoio recebidas, especialmente da população, mostraram que a tentativa do prefeito de desconstruir o movimento com panfleto distribuído pela cidade não surtiu o efeito. Ao contrário, só aumentou a indignação.

Pela manhã ocorreram dois momentos emocionantes. Num deles, a guarda municipal veio para a rua engrossar a manifestação. No primeiro dia os guardas que haviam aderido à greve permaneceram aquartelados.

Em seguida os grevistas realizaram um abraço em torno da Prefeitura Municipal, simbolizando a defesa do interesse público. Afinal, o funcionalismo defende amplo investimento no atendimento à população. Isto significa melhores condições de trabalho.

À tarde os servidores voltaram para a frente da Prefeitura e dali saíram em passeata pela cidade. Seguiram até a igreja matriz. Contornaram a praça e retornaram ao paço.

Antes de dispersar, uma comissão com servidores de diversas categorias subiu até o gabinete do prefeito para mais uma tentativa de negociação. Não foram sequer recebidos. O prefeito tem buscado apoio do Judiciário contra o funcionalismo em greve, mas não tem conseguido considerar a greve ilegal. A greve continua forte, legítima e legal.

Nesta sexta-feira, dia 6, a manifestação começa cedo na Câmara Municipal. Alguns vereadores já anteciparam que receberão comissões de servidores. A categoria espera que eles se comprometam a interceder para que ocorram negociações efetivas e esforço da administração municipal para atender as reivindicações dos grevistas.

Também foi anunciada para o terceiro dia de greve a presença de parlamentares do PT, que é o partido do vice-prefeito Rui Souza. Os servidores também esperam que eles intercedam em favor dos trabalhadores, para honrar a origem histórica da legenda.

(SISMMAR)

Anúncios

Sobre Rodini Netto

Jornalista de profissão, editor dos Blogs Meandros da Política (Brasil), Versão Brasileira (Europa). Diretor do Jornal Diário de Piraquara Consultor de Comunicação Digital
Esse post foi publicado em Cidadania, Paraná, Política. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Araucária: A greve continua forte, legítima e legal

  1. o que é ilegal não é a greve é a má vontade e a tentativa de impedir a greve que o prefeito fez, isso sim é ilegal… então não sei por que procurar motivos de procurar ilegalidades nas coisas que nao existem para acabar com algo, sem ao menos tentar chegar num acordo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s