Carli Filho contrata para sua defesa ex-ministro Nilson Naves, que presidiu a mesma turma do STJ que julgará se u recurso na próxima terça-feira.

justi%C3%A7a+cega.jpg

STJ julgará recurso de Carli Filho

Na próxima terça-feira (6/8), a Sexta Turma do STJ julgará recurso da defesa do ex-deputado Carli Filho. Com a decisão será pautado novo julgamento no Paraná.

O ex-deputado estadual do Paraná, Luiz Fernando Ribas Carli Filho, responde a um processo criminal por ter matado duas pessoas na madrugada de 7 de maio de 2009 em Curitiba, na direção de seu veículo. Ficou provado que o acusado estava embriagado, com sua CNH suspensa, a 173 Km/h em via urbana, chegando a decolar da pista causando a morte de Gilmar Rafael Souza Yared (26) e Carlos Murilo de Souza (20). O caso tem ampla repercussão nacional.

O julgamento pelo tribunal do júri em Curitiba chegou a ser marcado para o dia 26 de março deste ano, mas o ex-deputado contratou o escritório jurídico do ex-presidente da mesma Sexta Turma do STJ, ex-Ministro Nilson Naves, que conseguiu uma liminar para suspender o julgamento. Figura como Relator o Ministro Sebastião Reis Júnior da Sexta Turma.

O Assistente da Acusação, advogado Elias Mattar Assad, que representa Gilmar Yared e Christiane Souza Yared, pais de uma das vítimas, afirmou que além do novo julgamento pelo TJPR, já determinado pelo STJ em um recurso do Ministério Público, nada se alterará. Declarou ainda, que embora seja uma imoralidade um ex-ministro presidente do mesmo órgão julgador defender um réu dentro do período de quarentena da Emenda 45, estatísticas evidenciam que em Brasília escritórios de lobby de ex-ministros têm levado a pior nos tribunais superiores. Nossa Justiça amadureceu muito nos últimos anos e eles podem até andar nos elevadores privativos, frequentar salas e bater nas costas de ex-colegas, mas os resultados práticos, no geral, tem sido péssimos para os clientes deles. Mas eu gostaria muito de ver o ex-ministro atuar no plenário do júri em Curitiba, arrematou Assad.

Com este julgamento pelo STJ, é retomado o andamento do processo criminal no TJPR que poderá ser concluído ainda este ano.

Anúncios

Sobre Rodini Netto

Jornalista de profissão, editor dos Blogs Meandros da Política (Brasil), Versão Brasileira (Europa). Diretor do Jornal Diário de Piraquara Consultor de Comunicação Digital
Esse post foi publicado em Política. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s